• Dr Thiago Bandeca

Pesquisadores de Harvard: consumo de carne vermelha associado a morte prematura


Já sabemos que uma dieta rica em carne vermelha está ligada a muitos problemas de saúde, como doenças cardíacas, diabetes tipo 2 e câncer colorretal. Recentemente, um estudo liderado por Harvard, publicado on-line em 12 de junho de 2019, pelo BMJ, sugere que aumentar a ingestão de carne vermelha aumenta o risco de morte precoce.

Os cientistas analisaram respostas de questionários sobre saúde e dieta fornecidas por mais de 81.000 homens e mulheres saudáveis ​​entre 1986 e 2010. Em particular, os pesquisadores analisaram se as mudanças no consumo de carne vermelha durante um período de 8 anos do estudo afetaram o risco de morte em oito anos mais tarde.

Os resultados: um aumento de apenas metade da porção de carne vermelha processada por dia foi associado a um risco 13% maior de morrer jovem por qualquer causa; uma meia porção adicional de carne vermelha não processada aumentou o risco em 9%. Por outro lado, diminuir o consumo total de carne vermelha e aumentar o consumo de nozes, peixes, aves sem pele, laticínios, ovos, grãos integrais ou vegetais estava associado a um menor risco de morte.

O ponto principal: tente reduzir o apetite por carnes vermelhas e processadas, como bacon, salame e cachorro-quente. Coma mais proteínas de aves, peixes ou vegetais (como feijão, lentilha, nozes e sementes), juntamente com os outros componentes de uma dieta saudável.

#EstilodeVida #Aterosclerose #Alimentação #Cardiologia #Colesterol #Hipertensão #PressãoArterial #Saúdedocoração #Distúrbioscardiometabólicos #ProblemasCardiovasculares

8 visualizações

Siga

Consultório Dr Thiago Bandeca

Uniq Vergueiro - Av. Senador César Vergueiro, 480, sala 31, Ribeirão Preto - SP, CEP 14020-500 Brasil

©2020 Bandeca Serviços Médicos by Evelyn