©2020 by Bandeca Serviços Médicos

Siga

Dia Nacional da doação de órgãos

September 27, 2018

Hoje é dia de falarmos sobre a doação de órgãos.

É necessário que a população esteja consciente sobre a importância da doação de órgãos.

 

Seja um doador!

De acordo com a Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO), de cada oito potenciais doadores, apenas um é notificado. Enquanto em países como Espanha – referência mundial quando o assunto é transplante – são registrados perto de 40 por milhão, no Brasil essa taxa está próxima de 15.

 

NO BRASIL,

PARA SER DOADOR É PRECISO COMUNICAR À FAMÍLIA

pois somente os parentes podem autorizar a doação.

 

Diversos fatores contribuem para este número, mas um dos principais é a negação familiar, uma vez que no Brasil, para ser doador, não é preciso deixar nada por escrito, e sim comunicar à família, pois somente os parentes podem autorizar a doação.

Para mudar este quadro e permitir que cada vez mais pessoas que estão na fila dos transplantes possam voltar a desfrutar de uma vida confortável, é essencial inserir a temática da doação no cotidiano, dentro das escolas e faculdades de medicina, e também desfazer mitos que circulam entre a população.

 

Sobre Doações e Transplantes de Órgãos

Muitas pessoas invocam um sem-número de desculpas para doar os órgãos: superstições, medo de que sejam removidos ainda estando vivas ou, simplesmente, por serem desfavoráveis. Certamente, não teriam a mesma opinião se necessitassem de um transplante. Uma doença grave pode manifestar-se em nós quando menos esperamos.
 

Independentemente dos méritos ou deméritos do ponto de vista de cada um, na prática dos atos do cotidiano é preciso encarar esta indiscutível verdade: contribuir para salvar a vida de alguém que precisa ter um órgão degenerado substituído é feito admirável, merecedor de louvor. Nenhuma religião é contrária a tão elevado gesto de magnanimidade e humanidade.
 

De maneira geral, o ser humano, uns mais, outros menos, deseja fazer o bem ao semelhante, em franca demonstração de amor ao próximo. Contudo, crendices somadas à falta de informações e oposição da família são os maiores responsáveis pelo insuficiente número de doadores. Qualquer um pode doar. O que vale é estar com boa saúde avaliada pelo médico e atender certos limites de idade: 75 anos para os rins, 70 para o fígado, 69 anos para sangue, 65 para peles, ossos e válvulas cardíacas, 55 para o pulmão, o coração e medula óssea, 50 para o pâncreas. Para córneas não há limite.

 

Você conhece a ADOTE (Aliança Brasileira pela Doação de Órgãos e Tecidos)?

É uma aliança para promover mudanças de atitudes e valores da sociedade e do Estado, para preservar e melhorar a vida e dedicando-se à divulgação de informações sobre o processo de doação e transplante de órgãos.

 

http://www.adote.org.br

 

Faça a doação de órgãos e multiplique vidas.

 

A ADOTE não recebe verbas públicas de qualquer natureza. É mantida pelas contribuições de associados e colaboração de entidades.

 

Saiba de que maneiras você pode contribuir para que a ADOTE continue promovendo atitudes para preservar e melhorar a vida clicando aqui: http://www.adote.org.br/como-ajudar

Please reload

Our Recent Posts

Please reload

Archive

Please reload

Tags

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now